Camisa clássica passo a passo: tecidos e corte

Antes de cortar o material, quero dar umas dicas sobre os tecidos adequados para este projeto. A fibra ideal para este fim é o algodão – a fibra mais usada em roupas e provavelmente a mais versátil. Ela passará à camisa suas propriedades de absorção de suor, frescor, conforto e leveza. E, muito mais importante para nós que vamos fazer essa camisa, o tecido de algodão geralmente é fácil de costurar. Ele não amassa tanto como o linho, mas vinca muito bem sob o ferro. Como aceita temperaturas altas, podemos passá-lo até ficar com dobras duradouras.

Se você não tem muita experiência com tecidos, faça um teste: pegue um retalho de tecido de algodão e outro de sintético similar. Tente vincar os dois da mesma forma. Se usar temperaturas baixas para os dois, o de algodão vincará um pouco, e o sintético também. Agora aumente temperatura do ferro. O tecido de algodão assumirá um vinco ideal para costura, enquanto que o tecido sintético queimará como um plástico, geralmente ficando escuro. (Não recomendo, na verdade, passar o sintético com uma temperatura alta sem proteção no ferro. Use no máximo a temperatura indicada para sintéticos na regulagem do ferro.) Além de ser mais estável e mais fácil de costurar, o tecido de algodão chegará aos melhores resultados em menos tempo e permite efeitos de costura e modelagem que outras fibras dificultam. Sem falar que é mais bonito!

A opção mais usada para camisa é o tricoline, dos quais se encontra grande variedade em qualidade e acabamentos. Escolha sempre o 100% algodão para aproveitar as vantagens de que falei. Dentre estes, existem os mais simples e os mais luxuosos – que incluem alta numeração de fio penteado. Use este somente depois de muita prática! Prefira também, se estiver começando, tecidos lisos, sem estampa nem listras, para evitar gastar muito tempo planejando o encaixe de motivos nas costuras, na frente da camisa e na gola. O tricoline também pode ser encontrado na versão acetinada, que tem um brilho suave. É um pouco mais leve e fino que o comum.

Outra opção próxima do tricoline é a cambraia, um tecido mais leve e fino que o tricoline, que pode ser de seda, algodão, linho ou mesclas. Novamente, escolha 100% algodão se é iniciante. Por ser mais fino, é um pouco mais difícil de manusear que o tricoline. A cambraia de algodão também se encontra na versão acetinada.

Para descobrir a metragem de tecido necessária, prepare uma mesa de pelo menos 70cm de largura, que é a largura do tecido dobrado. Marque sobre a mesa, com fita crepe, a largura do tecido, para poder então posicionar os moldes sobre a mesa e simular o plano de corte. Meça então a altura de tecido mínima para o projeto.

Plano de corte camisa

Preparação do tecido

Só corte o tecido depois de prepará-lo adequadamente. Expliquei todo o processo para tecidos de algodão em outro post bem detalhado.

Corte

Com os ajustes feitos e os moldes prontos, confira-os uma última vez.

 Estique o tecido sobre uma superfície grande o bastante para acomodar sua extensão. Posicione os moldes sobre ele observando as indicações do fio do tecido, o número de vezes que cada peça deve ser cortada, e quais podem ser dispostas sobre a dobra. A gola e o pé de gola não serão cortados ainda, pois pelas técnicas que vou ensinar, deixaremos para cortar depois. A foto anterior pode servir como plano de corte, mas sem a gola e o pé de gola, e com o punho mais uma vez.

Para conferir se o fio do molde está paralelo ao fio do tecido, meça a distância entre a linha do fio e a ourela na extremidade superior e inferior do molde. Se a distância for a mesma, então o molde está paralelo.

Em vez de alfinetar os moldes no lugar, prefiro colocar pesos sobre eles, pois muitas vezes alfinetar movimenta o tecido e consequentemente o corte é impreciso. Depois é só riscar com giz. Tire os pesos e alfinete os cantos do desenho do molde. Leia esse artigo que explica com mais detalhes a maneira correta de passar o traçado do molde para o tecido.

Corte com uma tesoura bem afiada, levantando o tecido o mínimo possível, só o quanto é necessário para passar a lâmina da tesoura. Não mova o tecido do lugar. Assim você garante que o tecido será cortado no tamanho e na forma exata do molde.

Na próxima semana, faremos as primeiras costuras da camisa.

This article has 6 comments

  1. Oi, Renata! Parabéns, seu trabalho é realmente muito bom. Obrigada por compartilhar. Beijos, Clau.

  2. Olá Renata. Parabens pelo site.

    Qual maquina de corte vc indica para alguém que esta iniciando agora.
    Comprei alguns moldes, e preciso com urgência cortar e fabricar 300 camisetas.

    Aguardo
    Anderson
    http://www.silkmaisserigrafia.com.br

  3. Estou conhecendo seu blog hoje e adorando. Vou fazer um “tubinho” em tricoline estampada, com cavas “regata”, bem profundas atrás e estou confusa qto ao acabamento das mesmas. Pode me ajudar? Independente disso, amei e estou aprendendo muito com esta página. Obrigada.

Leave a Reply

Couldn't connect to server: Connection timed out (110)